quinta-feira, 22 de junho de 2017

Escolas criam momentos de leitura da Bíblia durante aulas após aprovação de projeto sobre o tema

Porto Seguro tem um decreto municipal da cidade que está motivando professores da rede pública de ensino a usarem a Bíblia Sagrada como parte do material pedagógico, separando momentos de leitura nas salas de aula, o fez com que o Ministério Público fosse investigar os fatos (?). Pelo amor do guarda.
Isso foi ideia da prefeita da cidade baiana, Claudia Oliveira (PSD), que sancionou um projeto aprovado pela Câmara Municipal no último dia 05 de junho, autorizando que todas as escolas do município, sejam particulares ou privadas, tenham um momento separado para a leitura da Bíblia. De acordo com informações do portal G1, a atividade é opcional e ainda não há um levantamento do número total de escolas que aderiram à leitura. A iniciativa surgiu de uma proposta do vereador Kempes Neville Simoes Rosa (PPS), popularmente conhecido como Bolinha do Mirante.
Nela [a Bíblia] tem mensagens como honrar o pai e a mãe, como proteger as pessoas, amar as pessoas sempre e amar a um Deus sobre todas as coisas. O mundo hoje, as pessoas estão aí fora tentando se destruir. Eu acho que é importante passar uma mensagem de paz, hamonia”, disse o vereador, que é de família evangélica.
Pais, professores e alunos de uma escola da cidade foram entrevistados e manifestaram aprovação à medida: “O que é a ética? O que é a moral? O que é o respeito pelo próximo? O que é a coragem, sabedoria, paciência a tolerância? Tudo o que eles [os estudantes] têm que ter na infância, na juventude”, disse a professora Elizabeth Doro.
A prefeitura já expôs o decreto nos murais das escolas, mas anunciou que não irá obrigar a leitura dos versículos ou comprar Bíblias para os professores que optarem por ler: “Isso está permitido, mas é de forma facultativa”, comentou Josemar Siquara, chefe do gabinete da prefeitura.
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) está investigando a nova lei, por suspeitar que o princípio do Estado laico esteja sendo descumprido. Wallace Barros, promotor da área da educação, disse que irá pedir a revogação da lei pela Câmara e a suspensão da leitura à Secretaria Municipal de Educação.
Dentre os entrevistados, o pai de santo Tales de Oxó Guian não se opôs à leitura, mas deu sugestões: “Não tenho nada contra, acho que é muito bacana, desde que se permita falar de tudo. Eu acho que até bonito que os nossos filhos aprendam mais sobre religiosidade, porque hoje em dia eles não têm uma religião própria, pois os pais estão impondo o que eles devem fazer”, comentou.
(Fonte:Por Tiago Chagas-Gospel +)

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A BÊNÇÃO DE (NÃO) SABER A OPINIÃO DO OUTRO

"Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente." (Rm.14.6, ARA)

Era uma vez... um tempo em que as opiniões alheias estavam cincunscritas as conversas mais íntimas e aos encontros mais reservados. Bom, mais isso era a "long long time ago"! Com a explosão das mídias sociais e a popularização da internet nos aparelhos móveis estamos experimentando uma verdadeira tempestade de opiniões. Por todos os lados e em todos os assuntos todo mundo tem uma opinião para expressar. Isso é bom? Eu acho que sim. Todavia, algumas pessoas não sabem lidar com o contraditório. E quando o campo de discussão é o transcendental e o religioso... aí "danosse"! Nos dias de Paulo, em medidas infinitamente menor, isso também acontecia. Havia quem só comia legumes. Outros se acabavam na "carne". Existiam os que dedicavam um dia reservado para a consagração e o culto, outros tinham a consciência que todo dia é "dia". O que o apóstolo faz é prevenir contra a zombaria arrogante dos "fortes" e o juízo condenatório dos "fracos". Como lidar com isso? Como se "segurar" contra uma opinião que diverge da sua? Ora, simples! Como tudo no Evangelho. Respeitando a individuação do outro. Paulo sabia mais do que disse, não se engane. Mas ele era generoso ao lidar com as mediocridades de muitas comunidades dos seus dias. Por isso que o caminho da maturidade é antes de qualquer coisa ter uma "opinião bem definida em sua própria mente"! Uma vez que as estruturas do seu pensamento estiverem organizadas (sem ter  Yashua /Jesus como a referência interpretativa eu duvido muito que isso seja possível), o próximo passo é saber respeitar o processo de organização da mente do outro. Ou seja, existem pessoas que ainda estão em processo de modelagem do pensamento. Por isso que Paulo diz: "A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus (Yahuh).". Não queira violentar a consciência do outro só porque ele ainda não chegou ao seu nível de discernimento. Não faça juízos. Não ponha ninguém no inferno pelo fato de que ele não anda na sua cartilha! Questione suas próprias convicções. Suspeite das suas pretensas seguranças. Ame o fraco e o débil. Mas, JAMAIS! Em NENHUM HIPÓTESE negocie a sua consciência! Uma vez isso posto siga a PAZ. Em tudo isso, "EU" estou seguro e certo de que o que nos salva dos labirintos e dos encurralamentos mentais é a SIMPLICIDADE de pensar segundo (Yashua )JESUS. Se não nos acharmos mais "sabidos" do que Ele, precisamos dar razão ao fato de que nEle estão todos os tesouros da sabedoria. Uma única ocasião apenas Jesus perguntou a respeito da opinião alheia: "QUEM DIZ O POVO SER O FILHO DO HOMEM"? Lembra? O que ele fez? Entrou em crise messiânica existencial? Não. Mas individualizou a questão promovendo o amadurecimento dos discípulos. Apesar disso, você não encontra Jesus (Yashua) angustiado por saber as opiniões alheias. Isso é sabedoria. É uma bênção saber a opinião do outro. Mas também pode ser uma bênção não saber. E você, o que acha?


Claudionor Bezerra

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Aliança com o Eterno.

Tema: Aliança com yahweh 

Gênesis 12.1-3
[cccc.bmp]
-Introdução: Sem dúvida a história de Abraão é uma das maiores referências para nós no Antigo Testamento por que ele foi chamado “pai da fé”(Romanos 4.16) e “amigo de Yahweh (Tiago 2.23). Por isso a Aliança de Yahweh com Abraão nos ensina qual o modo de se fazer uma Aliança com o Eterno.


No texto de Gênesis 12.1-3 Abrão ainda não tinha uma aliança com o Eterno mas foi chamado pelo Senhor, que o estava preparando para um pacto eterno com Ele. Neste momento o eterno lhe fala 3 coisas principais que deveria fazer:

 v.1 “sai da tua terra e da tua parentela” – significa deixar tudo por amor a Yahhweh (Marcos 10.29). Servir ao Eterno significa renúncia de tudo que temos e somos. Antes de fazer uma aliança com o Eterno, Abrão precisava se soltar de tudo que o prendia. Do mesmo modo não podemos estar presos a nada e ninguém para servir a Yahweh.
-v.2 “Sê tu uma bênção!” – isso nos ensina que não apenas devemos ter ou receber bênção e sim devemos ser uma bênção. Então tudo o que temos e fazemos será abençoado. Não é preciso correr atrás de bênçãos, pois elas vão te alcançar (Deuteronômio 28.2). após este chamado Abrão vai para o Egito e enfrentou lutas (Gn 14), separações na família (Gn 13) e muitas dificuldades mas em tudo foi abençoado.



Quando servimos a Deus, não só nossas famílias são abençoadas como também todas as famílias da terra.
 As alianças de Yahweh com estes homens no passado nos ajudam a entender como devemos fazer uma aliança com ele no presente.

Como fazer uma Aliança com Deus?
Vamos aprender a partir da experiência de Abraão como fazer uma Aliança com Deus em três momentos preparativos para este pacto:



O que devemos fazer para ter uma Aliança de Fidelidade? O fato de Abrão ter ceado pão e vinho e entregado o dízimo significa fidelidade ao Eterno . Do mesmo modo devemos ser fiéis ao Senhor. A Santa Ceia significa a renovação da Aliança e o Dízimo compromisso de fidelidade a yahweh.
Seja fiel em sua Aliança com o Eterno!
Aliança de FéGênesis 15.5,6
O problema de Abrão é que não tinha filhos e sonhava em ser pai. Abrão se preparou psicologicamente para entregar sua herança a seu empregado mais velho chamado Eliézer, contudo o Eterno lhe disse que não seria assim, pois ele teria um filho (Gênesis 15.2-4).
Mas já tinha 99 anos e sua esposa 90. Parecia algo impossível. Mas deus lhe prometeu que lhe daria não somente um filho e sim uma multidão de filhos que seria uma grande nação.
o Senhor chamou Abrão para fora da tenda e lhe mandou contar as estrelas se pudesse para saber como seria sua posteridade. Somente com este gesto Abrão creu no Senhor.
O que Abrão fez para ter uma Aliança de Fé? Ele saiu de sua tenda, contou as estrelas e creu em Yahweh.
 O que precisamos fazer para ter uma Aliança de Fé?

v.5a“sai da tua tenda” do teu conforto, comodismo, isolamento e religiosidade.
-v.5b “conta as estrelas, se é que podes” comece a imaginar o que Yahweh pode fazer de melhor por você. Se ocupe com pensamentos úteis (Filipenses 4.8) que te acrescentem fé.
“Abrão creu em yahweh e isso lhe foi imputado por justiça” (v.6). Simplesmente creia! Nós não somos justos nem merecedores do amor de yahweh, mas quando cremos somos justificados pelo Eterno (Romanos 5.1).  
A Aliança ccom  o Eterno é feita pela Fé, não é algo humano e sim Divino baseado tão semente em sua fé.
Creia em Deus e faça uma Aliança de fé com o Senhor!

 Aliança de ConversãoGênesis 17.1-11

Após uma caminhada de preparação, chega o momento do Eterno fazer Aliança com Abrão. A primeira coisa que Yahweh faz para marcar este momento é mudar o nome de Abrão (pai exaltado) para Abraão que significa ‘pai de nações’ (v.5) e o nome de sua esposa Sarai (minha princesa) para Sara com sentido de princesa e ‘mãe de povos’ (v.15). A mudança de nome tem sentido de mudança de vida ou conversão.
Toda Aliança tem uma parte que deve ser cumprida para cada lado como sinal do pacto. No momento da Aliança Abraão prostrou-se em terra (v.3) e Yahweh lhe disse qual a sua parte na Aliança que seria fazê-lo ser pai (v.4), abençoar sua descendência de modo que se multipliquem na terra (v.6,7) e a posse de toda a terra por onde já tinha peregrinado (v.8). A parte de Abraão seria circuncidar todos os homens marcando-os em sua carne com o sinal visível da Aliança para sempre (v.10-14).
O que Abraão fez para ter uma Aliança de Conversão? Ele obedeceu ao chamado do Eterno para santidade (v.1), mudou de vida e de nome (v.5) fez um pacto visível com U'l (v.24-27).
O que precisamos fazer para ter uma Aliança de Conversão?
-v.1 “anda na minha presença e sê perfeito” ou seja santo. Yahweh quer que tenhamos uma vida de santidade. O que é viver em santidade? É andar na presença do Eterno e buscar se aperfeiçoar a cada dia fugindo do pecado e de toda aparência do mal (I Tessalonicenses 5.22) por que sem a santificação ninguém verá o Senhor (Hebreus 12.14).
-v.5 “já não será o teu nome e sim”. Mudança de nome significa transformação  de vida. Transformação ou conversão. É preciso mudar algo em nossas vidas. Se você tinha nome de que fazia algo errado terá bom nome (Provérbios 22.1) de que vive uma nova vida (Isaías 55.7). Yahweh mudava os nomes dos homens como sinal de que havia transformado seus corações. A Palavra de Deus promete que quando chegarmos à glória receberemos um novo nome (Apocalipse 2.17).
-v.10 “esta é a minha aliança que guardareis”. O sinal da Aliança era a circuncisão. Agora não mais, pois temos um sinal em nossos corações (Jeremias 4.4). A aliança tem um sinal visível apenas para lembrar o pacto que foi feito. yahushua fez a Ceia como “memorial” de sua morte e ressurreição (I Coríntios 11.24,25). Por isso devemos guardar a Aliança e sempre nos lembrar o que o Senhor tem feito por nós e fazer nossa parte também.

Faça uma Aliança com o Eterno!
CONCLUSÃO:

O Eterno já fez Aliança conosco. É momento de nos conscientizarmos disso e fazer uma Aliança com Ele também. Como Abraão, esta Aliança deve ser de Fidelidade a Yahweh em tudo, uma Aliança de Fé para em cada situação crermos no Senhor e uma Aliança de Conversão buscando a cada dia a santidade de vida.



terça-feira, 21 de julho de 2015

Cantor gospel afirma que é melhor e mais rico que todos cantores gospel, juntos


Repercutiu muito mal o anúncio de Thalles de que iria iniciar uma carreira secular porque era acima da média no gospel, segmento segundo ele formado por músicos “fracos”, foi enorme. No entanto, o cantor reafirmou, em outro evento, que agora está “renunciando” ao espaço que ele tem entre os evangélicos, e que irá cantar só o que tiver vontade. E le usou a história de José do Egito, filho de Jacó vendido como escravo pelos irmãos porque era um sonhador, Thalles reafirmou durante um show que ele se enxerga como o mais talentoso dos músicos cristãos no Brasil.
“Eu sou melhor que todos eles, juntos. Cantando no mesmo palco, eu sozinho, bato em todo mundo porque Deus me deu uma voz que não deu para ninguém […] Não é por ser o melhor dos meus irmãos que eu tenho que ser morto por eles e não tenho que matá-los. Eu tenho que falar isso. Eu estou falando hoje porque eu cansei”, afirmou, referindo-se às críticas que recebe.
“A partir de hoje eu vou cantar o que eu quero, vou postar o que eu quero, e vou falar o que Deus (?) me mandou falar”, acrescentou.
Na sequência, Thalles Roberto ostentou a riqueza que amealhou após fazer sucesso no meio gospel: “Hoje eu sou rico, irmãos. Muito mais do que todos os outros cantores gospel. Talvez se somar o que eles têm, não dê nem metade do que Deus me deu. Muito mais. O que Deus me deu, nem os meus músicos sabem. Nem meu empresário sabe. Empresas, sociedades. E sabe o que eles, fizeram, os outros cantores? Ficaram de mal de mim. Por que? Incomoda. Incomoda ver José cheio de sonhos. Os irmãos dele também fizeram isso com ele”, disparou.
Ao final, Thalles Roberto disse que sua decisão de deixar o meio gospel foi tomada para atender um pedido divino: “Eu sou eu. Jesus mudou minha vida, não devo nada a ninguém […] Deus me perguntou assim: ‘Você tem coragem de colocar seu sucesso no altar?’ Eu falei: ‘O que é colocar o sucesso no altar?’, e Deus (?) me disse: ‘Você é famoso, Thalles. Você é o número 1 no mercado gospel. Dá isso para mim, renuncia a esse mercado. Começa de novo, fazendo o que eu quero que você faça. Você tem medo de perder os seus fãs? Você é simpático, gente boa’. Mentiram contra mim, falaram que eu recebi e não fui no evento. Eu fiz uma Bíblia, coloquei meu testemunho na frente, porque Deus me disse ‘Thalles, faça uma Bíblia, porque os jovens te seguem, e não leem a Bíblia. Eles pulam, gritam, mas não leem a Bíblia’ […] E isso virou polêmica”, queixou-se.
(Fonte:Tiago Chagas-Gnotícias-gospel+.com.br)
Yahushua os chamou e disse: Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. (Mateus 20:25-28)

domingo, 3 de maio de 2015

Tema: Santificação

      


            Fomos chamados para edificar vidas e não destruí-las (Lucas 9:54-56), mas alguns com seus maus testemunhos (1 Corintios 8:9) tem invertido o seu papel, pois ao invés de ajuntar espalha (Mateus 12:30). Esta semana soube de alguns irmão "famosos", uma dupla sertaneja gospel, que um deles postou nas redes sociais fotos sensuais, que outro cantor bastante conhecido do meio gospel, principalmente aqui em pernambuco, saiu bêbado de um determinado lugar, e que segundo relatos essa não era a primeira vez que ele fazia isso (Efésios 5:18),que outra  fez fotos com bandeiras de ativista gays e que quer ser deputada também para defender gays (Efésio 5:11), que outro aqui, aqui em Caruaru, bem pertinho da cidade onde moro, saiu  com uma jovem de apenas 20 anos e capotou o carro vindo essa jovem a falecer e ele saiu todo arrebentado para o hospital, e segundo a policial ele estava bêbado. E por aí vai (mateus 5:13;Marcos 9:42).    

Primeiro de que tudo deixar bem claro aqui, que a vida deles, eu não tenho nada com isso (Rom.14:13), pois cada um dará conta de si mesmo ao Eterno (Romanos 14:12). Mas tenho o dever de tomá-los como exemplo daquilo que você não deve fazer, para que você não seja um mau exemplo e sim um bom exemplo (1 Corintios 11:1).

Lembrando que os dias são maus (2 Timóteo 3:1-7), e que cada vez, o mundo (o sistema) vem se deteriorando e que vivemos numa sociedade que dia-a-pós-dia vem se afastando do seu criador. E o que vemos é uma sociedade doente, em estado terminal. E aqueles que despertaram do sono tem que perseverar Mateus 24:13) e buscar viver de acordo com suas leis (Apoc. 12:17). 

“Segui a paz com todos e a santificação; sem a santificação ninguém verá o Senhor” ( Hb 12:14 )

Ora, amados, visto que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a impureza tanto da carne, como do espírito, aperfeiçoando a nossa santificação no temor do Eterno” (2 Co 7.1).

Pois se somos exortados a buscar a santificação continuamente. Se a Bíblia nos ordena à santificação, logo entendemos que se trata de algo disponível também às nossas vidas. E de que forma sabermos nos portar? Qual o meio para entender essa santificação?

“Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade” (Jo 17.17).

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,Olhando para Yaohushua, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Yahweh".(Hebreus 12:1-2).

Um forte abraço a todos e que o Eterno através do seu  Espírito coloque o propósito sempre no seu coração para buscá-lo através da oração (Mateus 6:5-6), e da sua santa palavra, pois os seus princípios será a bússola que deve nortear sua vida para você caminhar na terra (Mateus 7:24-).

E para encerrar deixarei esse versículo para vossa meditação:

"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade". (Mateus 7:21-23).

terça-feira, 28 de abril de 2015

Tema de hoje: O deserto na nossas vidas. Porque?


1-  Yahweh em determinados momentos da vida permite com que experimentemos desertos espirituais a fim de que entendamos que o sustento, a provisão, bem como tudo aquilo que precisamos vem exclusivamente dele.

2- Apesar de ser um lugar de provações o deserto também é um local de milagres.  É no deserto que o Maná cai dos céus, que a água brota da rocha e que somos sustentados pelo Senhor.

3- A paisagem do deserto é extremamente cansativa. Durante várias horas a única coisa que se tem para ver é terra seca e em virtude disso, torna-se absolutamente natural com que murmuremos diante de inóspita geografia.

4- O deserto é um lugar de extremos. Durante o dia faz calor e a noite frio, todavia, o Eterno não nos abandona a nossa própria sorte, antes pelo contrário, a noite ele nos aquece com a "coluna de fogo" e durante o dia ele nos guia com uma coluna de nuvem.

5- O deserto espiritual é um período passageiro. Ele pode até demorar um tempo significativo, no entanto ao final dele tem uma terra que mana "leite e mel" a nos esperar.

6- O deserto é escola prática de Yahweh, e é passando por ele que somos provados pelo Senhor; é andando por suas areias escaldantes, enfrentando perigos iminentes,  a ausência de água e alimento fresco,  vivenciando temperaturas extremas, que somos humilhados e Yahohushua glorificado.

Isto posto, bendigo o Senhor Todo-Poderoso que nos guia e abençoa em cada momento das nossas pobres e insignificantes existências.

E aconteceu que, queixou-se o povo falando o que era mal aos ouvidos do Eterno; e ouvindo o Eterno a sua ira se acendeu; e o fogo do Eterno ardeu entre eles e consumiu os que estavam na última parte do arraial. Então o povo clamou a Moisés, e Moisés orou ao Eterno, e o fogo se apagou. Pelo que chamou aquele lugar Taberá, porquanto o fogo do Eterno se acendera entre eles. E o vulgo, que estava no meio deles, veio a ter grande desejo; pelo que os filhos de Israel tornaram a chorar, e disseram: Quem nos dará carne a comer? Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça; e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das cebolas, e dos alhos. Mas agora a nossa alma se seca; coisa nenhuma há senão este maná diante dos nossos olhos. E era o maná como semente de coentro, e a sua cor como a cor de bdélio.”( Nm 11:1-7)



(Extraido do blog do pastor Renato Vargens) 

ativistas gays protestam contra pastor que pregava “ao ar livre” e tentam calá-lo com música


Um grupo de ativistas gays se mobilizou para atrapalhar um pregador do Evangelho enquanto este anunciava a mensagem da Bíblia Sagrada numa rua de Sydney, na Austrália. Os homossexuais foram ao local que o pastor estava pregando, montaram seus equipamentos e começaram a tocar músicas com apologia à homossexualidade. Segundo informações do Acontecer Cristiano, os músicos se dirigiram ao local com a intenção de interromper a pregação da Palavra de Deus e garantir que as reuniões de evangélicos “ao ar livre” não continuassem.
No vídeo que se espalhou pela internet, os músicos gays se esforçam para cobrir a voz do pastor, que usa apenas sua voz e uma cadeira como palanque. Um grupo de pessoas se formou ao redor para observar o inusitado duelo.
Apesar de todo o esforço feito pela banda para abafar a voz do pastor, ele continuou sua pregação destemida contra o pecado. Nas redes sociais, alguns internautas comentaram o vídeo e elogiaram a atitude da banda de protestar de “forma pacífica” contra a mensagem do Evangelho, e criticaram o pastor por dizer que a homossexualidade é pecado.
No entanto, outros saíram em defesa do pastor, considerando a iniciativa do grupo de homossexuais uma falta de respeito e uma forma de cercear a liberdade de expressão que o pastor tem legalmente, levando em conta suas crenças cristãs e princípios de fé.
As queixas de ativistas gays sobre a suposta homofobia de cristãos tem ganhado a companhia de seus gestos intolerantes contra quem não concorda com a prática homossexual. A impressão de que há uma tentativa de imposição de hábitos e costumes já não é mais restrita a pessoas religiosas.
(Tiago Chagas/gospe+.com.br)

Escolas criam momentos de leitura da Bíblia durante aulas após aprovação de projeto sobre o tema

Porto Seguro tem um decreto municipal da cidade que está motivando professores da rede pública de ensino a usarem a Bíblia Sagrada como par...